O ÓLEO DE COCO FAZ MAL PARA A SAÚDE?

Adaptado de @danybettyboop &
@william_araujo

Há algum tempo atrás, a Associação Americana de Cardiologia (AHA) publicou um artigo em seu periódico oficial atacando a gordura saturada da dieta e rapidamente manchetes bizarras começaram a aparecer. Logo, alguns profissionais da área trataram de se posicionar a respeito dessa afirmação postando bons artigos e informações a respeito nas redes sociais que contradizem essa afirmação.

Bom, trazendo esse assunto à tona novamente, e a afirmação das manchetes para o nosso dia a dia, aqui estão os alimentos disponíveis na natureza mais ricos em gordura saturada que você supostamente não deveria consumir: Côco seco (e derivados), Óleo de dendê, Manteiga (e laticínios), Leite Materno e Banha de porco. Todas as outras gorduras, inclusive ovos, pele de frango, abacate, bacon, picanha etc. contém aproximadamente 50 & 50% entre gorduras Monoinsaturadas (a mesma encontrada em grande proporção no azeite de oliva) e Saturadas.

Vamos pensar juntos. Todos esses alimentos fazem parte da alimentação humana há pelo menos 300 mil anos (exceto os laticínios, que fazem parte há 10.000 anos), que é a data mais recente do último registro fóssil de um Homo Sapiens, ou seja, o primeiro de nós a habitar o planeta terra. Nossos ancestrais evoluiram comendo esses alimentos por milhões de anos e apenas em 1970, após o aumento da oferta dos Óleos Vegetais refinados ricos em Ômega 6, ou seja, os inflamatórios como os de Girassol, Canola, Soja, Milho e as Margarinas, que houve um pico de incidência de doenças cardíacas, câncer e obesidade na população mundial que persiste até hoje.

Entenda de uma vez por todas: Os alimentos que eles pregam ser benéficos para nossa saúde, demonstram aumentar a mortalidade em revisões sistemáticas de ensaios clínicos randomizados (mais alto nível de evidência científica) atuais disponíveis. Existem 6 metanálises e 5 revisões sistemáticas de ensaios, ensaios clínicos randomizados e nenhuma delas encontrou efeito de gorduras saturadas em mortalidade total ou mortalidade cardiovascular…

Agora, a minha (Marina Gorga) opinião:
Será que o aumento de doenças cardíacas, obesidade, mortes, câncer, diabetes… não está relacionado ao consumo exagerado de alimentos industrializados, ricos em farinha refinada, açúcar de todos os tipos, conservantes, corantes, componentes químicos, gorduras inflamatórias como as mencionadas acima… e tudo isso, associado à uma vida sedentária? Pessoal, se todo mundo quer a mesma coisa (SAÚDE) porque essa briga de ego eterna?! O que quero e insisto em dizer é que a gordura natural do alimento nunca será um problema se ela não vir associada à toxinas, farináceos, açúcares… estes sim são os reais vilões da saúde humana. Mas, ainda para não haver dúvidas, não estou dizendo que se entupir de queijo, bacon, banha, pele de frango e picanha vai fazer bem… estou dizendo para não trocar sua manteiga por margarina, seu ovo por pão integral e suas castanhas por bolachinhas fit. É só isso. É só comer comida de verdade. Simples assim.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.